Organizações

Nesta página estão listadas organizações nacionais e internacionais que  realizam campanhas de divulgação do veganismo e conscientização sobre direito animal e veg(etari)anismo. As organizações estão separadas em duas categorias: Associações, Institutos e Coletivos e Santuários e Centros de Adoção.

Associações, Institutos e Coletivos

Nacionais

INSTITUTOS E COLETIVOS

A ALPA foi fundada em 1996 com a missão de disseminar o conhecimento sobre a causa animal para a população de Limeira-SP, orientando sobre cuidados básicos de saúde e como proceder em caso de maus tratos. Apesar de ter o foco em resgares de animais de rua a associação dá palestras sobre proteção animal e realiza o evento Limeira Veg.

A Frente de Ações pela Libertação Animal é uma instituição que representa as ações do movimento global de Libertação Animal, e atua em quatro áreas: intervenção educativa, debate filosófico, desenvolvimento legal e ação direta não-violenta.

A compata é uma organização localizada em Passo Fundo (RS) que promove palestras, exibições de documentários, debates, manifestações e seminários sobre a temática dos Animais nos mais diversos aspectos. O objetivo é levar a conscientização de que todos os animais, humanos ou não, são seres sencientes.

A Sociedade Educacional “Fala Bicho”, entidade sem fins lucrativos, fundada em abril de 1993, tem como objetivo principal a conscientização do homem para a importância do animal na sua própria sobrevivência. Através de palestras aos mais diversos setores da sociedade (escolas, clubes, condomínios, associações de moradores, instituições públicas, praças, etc.) ressaltamos o valor da fauna e a maneira de conduta legal para com cada espécie. Esta organização fiscaliza e exige a atuação do Poder Público no cumprimento da legislação vigente no País referente ao uso de animais em laboratórios, matadouros, feiras, espetáculos, etc.

É um coletivo de cunho abolicionista de direitos animais que tem como missão combater a escravidão animal, educar para o veganismo e apoiar a ecologia social. Formada em Maio de 2006.

É um projeto com fins educativos, que proporciona aos participantes a exposição de um tema específico e a reflexão e discussão do assunto abordado, visando auxiliar na conscientização e educação abolicionista dos direitos animais.

O Instituto Abolicionista Animal é uma associação civil de caráter científico-educacional, sem fins econômicos, apartidária, pacífica, constituída por prazo indeterminado. A sua finalidade é defender a libertação dos animais não-humanos de toda forma de exploração ou crueldade praticada por seres humanos, utilizando-se de todos os meios legais e institucionais admitidos pelo ordenamento jurídico.

É uma organização que visa produzir material educativo sobre educação humanitária, defesa animal, consumo sem crueldade e veganismo. Fundada em 2000.

É um instituto de pesquisa que promove novos métodos de pesquisa para que possa ser feita a substituição da experimentação animal.

É um grupo de estudos formado por jovens alunas e ex-alunas de escolas públicas da zona oeste de São Paulo, iniciado em dezembro de 2008, para estudar, debater e difundir o veganismo como fundamento moral para uma sociedade que pretende ser realmente justa e pacífica.

O Movimento NÃO MATE é um projeto independente, colaborativo e sem fins lucrativos que propõe o debate sobre os direitos animais por meio da arte. Toda forma de participação é bem-vinda, seja em forma de ação ou doação.

  • PEA (Projeto Esperança Animal)

Criada por Ana Gabriela de Toledo a PEA é uma Entidade Ambiental, qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), que tem o objetivo de propiciar harmonia entre os seres humanos e o planeta. Tem uma famosa lista de empresas que não realizam testes em animais.

A Sentido Animal é a primeira instituição de ensino animalista do Brasil. Foi criada em 2016 pelo professor e advogado Mauro Cerri Neto, especializado em Direitos Animais.

A Sociedade Vegana é uma organização formada por pessoas conhecidas e ativas dentro do veganismo brasileiro: Sônia T. Felipe, Leon Denis, George Guimarães, Sérgio Greif, Douglas Ribeiro. Ambos fazem parte da corrente ética abolicionista.

A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) atua desde 2003 promovendo o vegetarianismo como uma opção alimentar ética, saudável e sustentável. Através de campanhas, convênios, eventos, pesquisa, educação e atuação política, a SVB realiza conscientização a respeito dos benefícios do vegetarianismo e trabalha para aumentar o acesso da população a produtos e serviços vegetarianos.

É um grupo abolicionista de Educação em Direitos Animais da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Foi criado em 2008 por não haver nenhuma intervenção do tipo na região. Possui duas coordenadoras, que são as fundadoras, e cada uma é responsável pelas principais bases do grupo, que são o planejamento educacional e o design gráfico. Há os demais colaboradores atuantes de acordo com necessidades de ações e disponibilidade pessoal. É um grupo independente e auto-sustentável, não é ONG registrada, não tem sede, nem possui associados ou doações mensais. O trabalho é voluntário e a manutenção financeira dos projetos é feita por meio da venda das Cartilhas Educativas, Jogo Vida Animal e espaço publicitário no site para serviços que coadunam com os valores do grupo.

Vanguarda Abolicionista é um coletivo de ativismo fundado em 2008 em Porto Alegre.Tem como meta a libertação animal, o veganismo abolicionista e o antiespecismo.

É uma organização que trabalha para promover a defesa dos direitos animais e difundir os argumentos em favor de uma alimentação e estilo de vida livres da exploração de seres sencientes. É uma organização bastante presente em campanhas educacionais e eventos públicos na capital do Estado de São Paulo.

PARTIDOS POLÍTICOS

ANIMAIS é o primeiro movimento político no Brasil visando uma ampla defesa dos animais não-humanos em todas suas representações biológicas. Temos como objetivo defender-lhes e garantir-lhes o justo usufruto de suas necessidades mais fundamentais, tais como vida digna em completa liberdade, dotada de plena integridade física e psíquica, com franco acesso à sua ambientação ecológica originária e à espontânea manifestação de suas características inatas. O partido está em fase de coleta de assinaturas para sua viabilização. Com o CNPJ oficializado é considerado o 1º partido animalista da América Latina e o 14º do mundo.

Internacionais

É uma organização científica sem fins lucrativos que se opõe a utilização de animais não-humanos em pesquisas científicas para uso posterior de animais humanos.

O Animal Liberation Front (em tradução livre “Frente pela Libertação Animal”), mais conhecido pela sigla ALF, é um grupo de ativistas dos direitos animais que usam a ação direta para libertá-los, incluindo resgates de instalações e sabotagens, como modo de protesto. É um grupo sem lideranças definidas.

Animal Aid é uma organização britânica dos direitos animais, fundada em 1977. O grupo luta pacificamente contra todas as formas de abuso de animais e promove um estilo de vida livre de crueldade, além de investigar e expor crueldades contra animais.

A Animal Ethics é uma organização formada para fornecer informações e promover discussões e debates sobre questões de ética animal fornecendo informações, argumentos e recursos para defensores de animais.

É uma organização americana sem fins lucrativos que visa proteger e promover os direitos e interesses dos animais através do sistema legal. Foi fundada em 1979 por advogados ativos na formação do campo emergente das leis animais.

É uma organização australiana de ação direta, efetua resgates e também realiza investigações e coberturas midiáticas.

Criado em 2016 por Paul Bashir e Asal Alamdari, a Anonymous for the Voiceless é uma organização sem fins lucrativos especializada em ativismo de rua. A ong é pacífica e faz uma ação chamada cubo da verdade onde há exibição de vídeos com cenas de crueldade animal provindas das indústrias de exploração animal, além disso realiza abordagens de diálogo com método socrático. Já está presente em mais de 60 países com mais de 500 cidades, já tendo feito mais de 3 mil ações.

Fundada em 1993 como Uncaged Protection Animais, desde 2011 como Centre for Animals and Social Justice, esta instituição organiza uma série de seminário sobre Animais, Ética e Políticas Públicas e ajuda financeiramente em pesquisas sobre proteção animal.

Organização norte-americana para proteger animais de fazenda da crueldade inspirando a mudança na forma que a sociedade vê e trata eles, promovendo compaixão e o veganismo.

A Feminists for Animal Rights foi fundada na Califórnia em 1981 e tornou-se uma organização nacional nos anos seguintes, permanecendo ativa até o século XXI. O principal foco do FAR foi na conscientização – na comunidade feminista, no movimento de defesa dos animais e entre o público em geral. A FAR procurou esclarecer as conexões entre o tratamento de mulheres e animais sob o patriarcado e também trabalhou para conscientizar sobre as ligações entre as injustiças sociais e a degradação e destruição da natureza e da terra.

Friends of Animals trabalha para cultivar uma visão respeitosa diante dos animais não-humanos. O objetivo desta organização sem fins lucrativos é libertar os animais da crueldade e da exploração institucionalizada em todo o mundo.

O objetivo central de Gentle World é ajudar a construir uma sociedade mais pacífica, educando o público sobre as razões para serem veganos, os benefícios da vida vegana e sobre como fazer essa transição. Para esse fim, o Gentle World serviu de centro de informações durante quase 40 anos, ajudando crianças, adolescentes e adultos a abraçar um estilo de vida que incorpora seus valores. Além de educar as pessoas sobre o veganismo, ensinamos as pessoas interessadas a preparar alimentos deliciosos, nutritivos e à base de plantas e como cultivar suas próprias frutas e vegetais sem usar nenhum pesticida ou subprodutos animais.

O Harvard Vegan Society Student Group (HVSSG) é dedicado a elevar o discurso em torno de dietas à base de plantas. Facilita iniciativas interdisciplinares e colaborações na área de bioética, sustentabilidade ambiental, nutrição, tecnologia e empreendedorismo. Através de palestrantes convidados, conferências e eventos sociais, reunem a comunidade diversificada de estudantes de graduação, estudantes de pós-graduação e professores cujos estudos e interesses profissionais se cruzam com o veganismo.

O Hunt Sabouters Association é um grupo que tenta evitar a caça e outros esportes sangrentos que envolvam animais. Segue um modelo de resistência sem líder e procura infligir danos que impossibilitem a caça.

É uma organização internacional de proteção animal com mais de 250.000 apoiadores valorizados e uma história de 30 anos de proteção de animais, pessoas e meio ambiente através da educação, campanhas e resgates na Índia, África e Mississippi.

Esta organização é dedicada a prevenção da crueldade aos animais de fazenda e a sermos compassivos em nossas escolhas políticas e de alimentação.

É uma organização americana sem fins lucrativos que procuram mudar o status legal de animais não-humanos para que deixem de ser propriedade, com o objetivo de garantir os direitos à liberdade corporal (o direito de não ser preso) e integridade corporal (direito a não ser experimentado por diante). O NHRP baseia seus argumentos em provas científicas relacionadas com a existência da auto-consciência e autonomia em animais não-humanos.

É uma organização não governamental de ambiente fundada em 1980, a qual já conta com mais de 2 milhões de membros e se dedica aos direitos animais.

A Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals (RSPCA) é uma associação existente na Inglaterra e em Gales, que promove o bem-estar dos animais. É a organização de direitos mais antiga do mundo.

A Sea Shepherd foi fundada em 1977, nos Estados Unidos, pelos fundadores do Greenpeace, que, ao engajarem-se nesse novo projeto, criaram um movimento de caráter mais ágil, objetivo e ativista. Atualmente, a Sea Shepherd é considerada a ONG de proteção dos mares mais ativista do mundo e conta com a participação efetiva de milhares de voluntários em todo o planeta.

O Sentience Institute foi fundado em junho de 2017 e se dedica a expansão do círculo moral da humanidade. O instituto tem como base o princípio do altruísmo efetivo, o que significa que se esforçam para ajudar os outros, tanto quanto possível, usando as melhores evidências disponíveis.

Esta organização e suas afiliadas fornecem cuidados e serviços práticos para mais de 100.000 animais por ano, e profissionalizam o campo através da educação e treinamento para organizações locais e está conduzindo mudanças transformacionais nos EUA e em todo o mundo, combatendo as crueldades em grande escala, como fábricas de cachorros, lutas com animais, agricultura de fábricas, abate de focas, crueldade contra cavalos, caça em cativeiro e comércio de animais selvagens.

A Vegan Outreach  foi fundada em 1993 para afastar a sociedade de comer animais e seus produtos. Esta organização distribui folhetos informativos sobre a causa animal para milhões de pessoas em campus universitários e outros locais.

O Vegetarian Resource Group (VRG) é uma organização sem fins lucrativos dedicada a educar o público sobre vegetarianismo e veganismo e as questões inter-relacionadas de saúde, nutrição, ecologia, ética e fome no mundo. Além de publicar o Vegetarian Journal, a VRG produz e vende livros de receitas, outros livros, panfletos e reimpressões de artigos.

É um grupo de membros graduados da universidade de Oxford que protesta contra o uso de animais na pesquisa científica.

Viva! é uma organização que realiza campanhas para um mundo vegano e monitora as pesquisas mais recentes de todo o mundo sobre as questões ambientais e defende esta mudança com a ciência dura. Foi fundada em 1994 por Juliet Gellatley.

A World Animal Protection foi criada em 1950 e tem hoje cinco hubs regionais para as regiões da América do Norte, América Latina, África, Ásia-Pacífico e Europa, além de escritórios menores em 15 países. A ONG já atuou em grandes resgates de animais após catástrofes ambientais e faz campanhas contra a exploração animal.

PARTIDOS (POLITICAL PARTIES)

Fundando na Alemanha em 1993.

Fundado na Holanda em 2002.

Fundado na Espanha em 2003.

Fundado no Reino Unido em 2006.

  • Animal Protection Party (encerrado)

Fundado na Inglaterra em 2006 e logo foi encerrado.

Fundado na Itália em 2006.

Fundado na Itália em 2006.

Fundado em Portugal em 2009.

  • Fokus (encerrado)

Fundado na Dinamarca em 2010 e logo foi encerrado.

Fundado na Itália em 2012.

Fundado na Suécia em 2014.

Fundado na Grécia em 2014.

Fundado na Finlândia em 2015.

Fundad0 no Canadá em 2005.

Fundado no Estados Unidos em 2009.

  • Animal Rights Party USA (encerrado)

Fundado no Estados Unidos em 2011 e logo foi encerrado.

Fundado na Austrália em 2010.

Santuários e Centros de Adoção

Nacionais

A Catland é um projeto independente com o objetivo de conscientizar sobre a posse responsável, por meio de ações efetivas como mutirões de castração, palestras, resgates e adoção de animais abandonados.

Fundado em fevereiro de 2015, o Instituto Luisa Mell atua principalmente no resgate de animais feridos ou em situação de risco, recuperação e adoção. Mantemos um abrigo com cerca de 300 animais, entre cães e gatos, todos resgatados das ruas, onde eles são protegidos, alimentados e aguardam pela chance de serem adotados.

Trabalhamos diretamente com animais silvestres e domésticos em situação de risco e sofrimento, cuidando, recuperando e fazendo a sua recolocação.

Santuário localizado no interior de São Paulo, na cidade de Limeira (55 km de Campinas, 148 km da capital). Os voluntários cuidam de mais de 250 animais de variadas espécies.

O Rancho dos Gnomos é um santuário que recebe e trata animais vindos de maus-tratos como grandes felinos, aves, macacos e outros.

O Santuário das Fadas abriga animais de fazenda vítimas da exploração, abuso, maus tratos e todo tipo de crueldade.

Anúncios