25 maneiras de ajudar os animais


Você já parou para pensar de quantas formas é possível ajudar os animais? Se ainda não pensou podemos afirmar: se você realmente se importa com eles existem muitas maneiras de você fazer sua parte. Neste post nós reunimos 25 formas de ajudá-los. Confira abaixo!

Exercício: Após ler o texto pare e pense se você está se dedicando o suficiente ou se pode fazer um pouquinho mais por estas criaturas que dividem o mundo conosco.

1_ Boicote produtos de origem animal

Infelizmente desde crianças somos ensinados pela nossa família, que por sua vez aprendeu com sua família – e assim por diante -, que é necessário e normal que os animais sejam explorados. Educados dessa forma crescemos anestesiados e preferimos ignorar o sofrimento deles, mas isto não é uma verdade que condiz com o respeito aos animais. A forma mais básica de ajudar os animais é não atrapalhar eles. Hoje sabemos que não é mais necessário consumir produtos que causam a eles sofrimento ou que sejam provindos de suas mortes, então parar com esse hábito é fundamental para quem quer respeitar e ajudar animais. O veganismo fala exatamente sobre isso, evitar o máximo da exploração, sofrimento e morte de animais, e para isso cada um precisa reconhecer sua responsabilidade e fazer sua parte, deixando de explorá-los. Além disso, ajudar alguns animais enquanto faz outros sofrerem é uma contradição que podemos superar. É preciso ser um exemplo a ser seguido.

2_ Se informe sobre o veganismo e direitos animais

Não basta parar de consumir animais, é preciso saber o que está fazendo e falando, para isso é preciso ir a fundo. Ler livros, ver palestras e participar de grupos sobre direitos animais, ética e veganismo é extremamente importante para estar preparado quando precisar falar sobre a questão. Há também diversos bons sites para ajudar a se informar e também muitos pensadores e filósofos que fornecem um bom embasamento para a defesa dos animais. Informe-se sobre as questões frequentes que as pessoas irão abordar.

3_ Seja honesto e não dissemine mentiras sobre o assunto

Em qualquer corrente de pensamento há pessoas desonestas, o veganismo também tem alguma figuras que misturam as coisas e disseminam mentiras para convencer as pessoas a pararem de maltratar animais, apesar de boa a intenção ela pode ser uma furada. Com a internet a mentira pode ser descoberta, o que faz com que as pessoas fiquem decepcionadas e falem mal do movimento, que ainda está começando.

4_ Não compre animais

Comprar animais parece ser uma coisa legal, mas em canis, gatis e outros criadouros de animais, mesmo os certificados, existes muitos maus-tratos aos bichinhos. Eles são vistos como produtos e é comum que sofram, ainda mais as mamães que procriam por muitos e muitos anos para dar mais lucros aos donos destes lugares. A ativista Luisa Mell já exibiu diversas vezes casos assim e mostrou cenas chocantes destes lugares.

5_ Não vá a eventos que exploram animais

Vaquejadas, rodeios, touradas, circos com animais, corridas de cavalo e de cachorros, entre muitos outros eventos assim são prejudiciais aos animais. Muitos dos animais usados passam a vida confinadas e são usados para divertir humanos com seu sofrimento. Não parece nem um pouco justo fazer eles de entretenimento sendo que temos muitas outras formas de nos divertir. Além disso, essa prática enriquece empresas e pessoas que exploram animais, e se tiverem retorno financeiro vão explorar cada vez mais.

6_ Vá a passeatas, manifestações e eventos veganos e de direitos animais

Se manifestar é importante, então é necessário tirar um tempinho para dar voz aos animais. Apoie eventos que dão visibilidade aos animais, arrecadam fundos ou que revelam as barbaridades que eles sofrem. Conscientização sempre ajuda os animais.

7_ Cuide da sua saúde

Os vegetarianos e veganos são, por ignorância, são acusados de serem fracos e terem uma saúde debilitada. O que esquecem de falar é que se uma pessoa não tiver os mínimos cuidados com sua saúde e alimentação, provavelmente ficará doente, independente de incluir ou não a carne em sua dieta. Ao não cuidar da sua saúde de maneira adequada, além de se prejudicar, ainda contribui para reforçar o falso estereótipo do vegetariano sem saúde. Cuidar da sua saúde é importante para você, para quem gosta de você e também para mostrar ao mundo que ajudar os animais é possível e vale a pena.

8_ Aprenda a cozinhar

Comer bem é importante, então se você quer deixar de usar animais vai precisar aprender a cozinhar para poder encontrar mais sabores deliciosos, isso mostra para outras pessoas que é possível comer com prazer sendo vegetariano. Há uma infinidade de possibilidades que geralmente não são exploradas por quem come carne, e você pode fazer as pessoas perceberem isso.

9_ Compre coisas que não vem da exploração animal

O mercado trabalha sob a lei da demanda e oferta, isto é, quanto mais pedimos e consumimos algo mais isso tende a crescer. Consumir produtos veganos incentiva pessoas a produzirem coisas veganas, e se isso vier diretamente de pessoas e empresas veganas, você ajuda quem realmente se importam com o bem-estar real dos animais.

10_ Divulgue iniciativas veganas

Vivemos em tempos que a publicidade e marketing são fundamentais, o sucesso dos negócios ou de qualquer que seja uma iniciativa tem que levar este fator em consideração. Divulgue projetos e iniciativas veganas que consideram os animais ou que fortalece estes lugares e ajuda em seu desenvolvimento. Os animais agradecem.

11_ Conte suas experiências enquanto vegetariano/vegano e protetor dos animais

É preciso desmistificar a alimentação vegetariana, a filosofia vegana e os direitos animais. Marque presença e faça com que as pessoas saibam que não se alimentar de animais é algo completamente normal e ético. É preciso ter um pouco de dedicação, mas nada que vá além disso.

12_ Debata na internet

É preciso se informar e também informar os outros. As pessoas podem estar interessadas em reduzir o sofrimento que causam ou mesmo em ajudar os animais, portanto, é preciso estar preparado quando elas quiserem debater, assim você poderá fazê-las mudar de ideia quando vierem com pensamentos e lógicas equivocadas. Comente educadamente nas redes sociais e em portais de notícias que quando falarem sobre animais e veganismo. A vantagem de debater na internet é que você terá tempo para escrever um bom texto e isso é bastante precioso. Não se esqueça de ser gentil e educado, pois do contrário a pessoa poderá se afastar mais ainda da proposta de mudança.

13_ Debate na vida real

As pessoas sempre falam sobre crueldade animal e questionam o vegetarianismo e o veganismo. No dia-a-dia você precisa estar preparado para as objeções, elas serão frequentes e você terá a chance de ajudar a desmistificar a visão das pessoas sobre isso se estiver preparado. Se seu discurso tiver bons argumentos fará as pessoas pensarem o que causam aos animais, talvez você até novos ganhe amigos que realmente os respeitam. Se o debate for ponderado ele agregará tanto para você quanto para as pessoas que estiverem envolvidas.

14_ Adote e cuide de animais

Há muitos animais que são abandonados e que precisam de cuidado e carinho, adotá-los e cuidar deles, ainda que não seja uma obrigação, é uma forma gratificante de fazer o bem e ainda ganhar um grande companheiro. Isso de forma alguma implica em tratá-los como propriedades, cuide deles como membros da sua família.

15_ Denuncie maus-tratos aos animais

Quando ver um animal que está correndo risco, denuncie às autoridades para que sejam tomadas providências. Já no caso de animais que ainda são considerados objetos, como vacas e porcos por exemplo, tente expor como são tratados para que as pessoas tomem consciência de como fazem mal à eles.

16_ Participe na vida pública e cobre do poder público

As leis mudam de acordo com a mentalidade da população, para isso é preciso que os cidadãos sejam ativos na vida pública. Participe de eventos e audiências públicas em defesa dos animais, se juntando a grupos que cobram as autoridades, fazem pressão e procuram exercer papéis importantes no meio político, assim pode-se acelerar a proteção dos direitos animais e ajudá-los efetivamente.

17_ Ajude profissionais autônomos veganos

Há muitos profissionais que precisam de apoio, que tal então ajudar aqueles que são veganos para ajudar ainda mais os animais? Se for possível quando precisar de um serviço procure primeiramente por profissionais qualificados e que não vão usar o dinheiro para colaborar com a exploração animal, assim, além de ajudar um alguém consciente sobre a condição dos animais, o dinheiro não vai ser usado para alimentar a indústria que explora eles.

18_ Apoie financeiramente organizações sérias de defesa dos animais

Existem muitas instituições que dão duro para salvar animais. Essas instituições geralmente não tem apoio governamental e precisam de colaborações da população para continuar, então nada mais justo que ajudá-las nem que seja com o mínimo. Escolha uma ONG, um santuário de animais, uma associação de proteção aos animais e ajude-as com o que puder.

19_ Faça parte de um grupo de ativismo

Ativismo é muito importante, ainda mais no caso dos animais que não podem fazê-lo por si próprio. Os animais ainda são os mais vulneráveis e os que mais sofrem neste mundo, então precisamos mostrar cada vez mais o quanto eles sofrem, fazendo isso de forma organizada. Uma boa ideia é fazer parte de algum grupo de ativismo e ajudar a mudar essa realidade.

20_ Faça seu próprio grupo de ativismo

Há muitos lugares que não tem grupos de ativismo, que tal montar o seu? Reúna pessoas que tenham o mesmo objetivo, estude outros grupos de ativismo e crie o seu próprio com o aprendizado do que observou e até mesmo estratégias próprias. O importante é ajudar os animais.

21_ Vista o veganismo

Roupas tem o poder de transmitir mensagens sobre você, que tal então ser bem direto e utilizar um produto que diga para as pessoas pararem de maltratar os animais? As que não sabem sobre o veganismo podem vir a procurar e num futuro até se tornarem veganas.

22_ Faça seu empreendimento vegano

Nem todo mundo muda só vendo a condição que os animais são tratados, é preciso criar um ambiente favorável. Ajudar o mercado vegetariano/vegano a crescer aumenta as chances das pessoas a tomarem a iniciativa de dar o primeiro passo, afinal a disponibilidade aumenta a praticidade e isso pode acabar com as desculpas esfarrapadas delas.

23_ Faça pesquisa e iniciação científica em prol dos animais

Ideias são importantes, mas embasá-las também, para isso é preciso da ciência. Quem defende os animais pode ter dados e conhecimento objetivo como poderosos aliados. Nada mais eficaz que se propor a melhorar tecnologias e ajudar a construir uma ciência mais ética nas diversas áreas do conhecimento, para assim possibilitar substituir o uso de animais e ajudá-los.

24_ Utilize seu talento a favor dos animais

Você sabe fotografar, desenhar, escrever, vender ou tem habilidade para qualquer outra coisa? Que tal então fazer algum projeto que ajude a dar voz aos animais? Monte um blog, faça uma página, um canal, escreva um livro, faça quadros, cole pôsteres, cozinhe, defenda ou faça qualquer outra coisa que saiba fazer bem. Deixe sua marca por aí, isso é ativismo também e ajuda os animais!

25_ Orgulhe-se e não desista

Os animais precisam de você e de sua luta. Enquanto há indústrias os explorando mundo afora você é uma voz importante para que isso venha a acabar no futuro. Se você quer mesmo ajudar os animais desistir não está em questão, há muito trabalho pela frente, tenha orgulho de defendê-los.

Pois bem, se você faz ou fizer algumas dessas coisas certamente está(rá) ajudando os animais! E para eles, quanto mais melhor. Eles sempre precisam do nosso respeito, proteção e ajuda. Quantas das formas dadas nessa lista você pratica? E será que tem algo mais que possamos fazer para ajudá-los?

Não esqueça: não internalize os problemas do mundo se eles não são culpa sua, mas se são mude seus hábitos.


Agora que tal compartilhar este post e ajudar um pouquinho os animais?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s