Animais idosos aguardam adoção em centro de zoonoses de SP


É uma triste e corriqueira realidade: animais abandonados são levados para os centros de zoonoses enquanto aguardam por uma adoção, e se não são adotados vivem anos por lá, em pequenos cubículos, até que morrem carentes. Muitos deles chegam lá após serem vítimas de maus-tratos de humanos, acabando seguros mas ainda em uma vida limitada e triste. Isso se repete Brasil afora, em lugares onde por lei é proibido matar os animais.

Em SP, desde que a lei municipal foi mudada em 2008 não é permitido mais a eutanásia de animais saudáveis. Muitos animais são encaminhados para adoção no local e desde a época que a lei entrou em vigor há animais que vivem lá.

Pensando nisto o Instituto Melhor Amigo foi fundado. A iniciativa veio para ajudar os animais a encontrarem novamente amor em suas vidas, fazendo o trabalho de conscientização sobre castração, posse responsável e divulgação dos animais que aguardam adoção no CCZ de São Paulo.

Falamos com Bianca Boniotti, colaboradora do IMA e voluntária no centro de Zoonoses em São Paulo e ela nos descreveu sua experiência por lá. Segundo ela os animais idosos acabam por ser os que sofrem mais com isso, confira o relato:

“Cães incríveis que vivem grande parte de suas vidas em um canil de 3×1,5m (isso quando não são nos menores e quando ainda não tem que dividir esse espaço com outros cães) frio, úmido e escuro.

Os animais não são adotados por serem adultos ou idosos, machos, pretos, grandes e alguns precisarem de um pouco mais de paciência para confiar nas pessoas. mas também né, são muitos que chegaram vítimas de maus-tratos.

Eles passam grande parte de suas vidas num espaço equivalente ao banheiro de uma casa, mas as pessoas ainda acham que um apartamento seria pequeno demais para um cão de porte médio ou grande. […] um cão idoso que seria perfeito ter essa oportunidade pelo menos no fim de sua vida, ele não precisa de muitos passeios e só quer tranquilidade, mas as pessoas não querem um animal que vá morrer logo, porque não aguentariam o sofrimento.”

Abaixo a foto da Alessandra, cachorra já adotada e agora vivendo novamente com uma família que lhe dá amor:

Bianca ainda acrescenta sobre os animais mais velhos:

A maioria das pessoas que “justifica” não querer adotar cães adultos dizem que é porque o animal já virá com vícios, mas um cão adulto já tem sua “personalidade” formada, é mais calmo, não vai destruir a casa e não precisa de tantos passeios, fica bem sozinho e já está acostumado a lugares menores (por mais que esse costume não tenha vindo da melhor forma), muitos também já estão adaptados com outros animais. Cães idosos são os que as pessoas menos se interessam pelo fato de que não vão viver muito tempo juntos, mas pensando numa vida inteira vivida num canil, com certeza o tempo que for vivido numa casa com uma família, seria de uma oportunidade incrível para eles.

E finaliza com finaliza com a seguinte mensagem:

“10, 9, 7, 2 anos… é tempo demais para se viver num abrigo. Dê uma chance! Adote e salve uma vida!”

Infelizmente muitas pessoas descartam os animais que foram seus companheiros durante algum período, mas projetos assim acabam por nos depositar esperança e mudam na prática a visão das pessoas para que não sejam mais injustas com os animais que dependem de nós, eles se apegam, sentem alegria da nossa companhia e sofrem o abandono.

Siga o Instituto Melhor Amigo no instagram (link) e conheça os animais que aguardam adoção no CCZ de São Paulo, vá a um centro de adoção em sua cidade e ajude a colocar amor na vida desses animais, afinal, o amor não vê idade, raça ou cor.


Animais nas fotos de capa, tiradas por Mônica Caldiron, da esquerda para a direita:

Pitty no CCZ desde 2015, Dorotéia e filhos desde 2017, Alberto desde 2016, Cadeirinha desde 2014, Espoleta desde 2012, Montanha desde 2009, Pitty desde 2008, Ryu desde 2015 e Chagas desde 2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s