Desenvolvedores lançam mecanismo de busca que doa renda para santuários de animais


Desenvolvedores web criaram um novo mecanismo de busca vegano: o fruitbox. As pesquisas feitas no site usam resultados do Google e o dinheiro gerado pelos anúncios nos resultados é doado para santuários de animais em todo o mundo.

Usamos essa renda para melhorar a vida e o bem-estar dos animais, menos os custos operacionais da Fruitbox e sua plataforma. A transparência é importante para nós e emitimos um relatório trimestral detalhando como usamos nossa renda e os animais que ajudamos. Primeiro trimestre com vencimento em 29 de dezembro de 2019″, descreve o site oficial.

O fruitbox.io é um projeto sem fins lucrativos de uso gratuito. O mecanismo de busca é o primeiro vegano no mundo, no entanto já existem outros buscadores que revertem seu dinheiro em ações sociais, um exemplo é o ecosia.org, que doa pelo menos 80% de sua receita excedente a organizações sem fins lucrativos que se concentram em reflorestamento e conservação de florestas.

Somos uma parceria com o Google para permitir que os usuários vejam os resultados do Google nos feeds, além de haver uma opção de pesquisa refinada que pesquisará apenas sites veganos que listamos e aprovamos”, disse Chris Gibbs, co-fundador da Fruitbox, ao Plant Based News.

Até o momento em que foi feita esta matéria, aproximadamente 2500 animais já foram ajudados pelas buscas realizadas no site. O buscador pode ser colocado como uma extensão do navegador da Google, o Chrome.

Você fazer buscas ou instalá-lo acessando fruitbox.io.



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s