Corey Lee Wrenn

Corey Lee Wrenn é diretora de estudos de gênero e professora de sociologia na Universidade de Monmouth, no nordeste de Nova Jersey. Ela estudou justiça alimentar e mudança social com a Universidade do Estado do Colorado, onde obteve seu Ph.D. em 2016. Ela recebeu seu mestrado em Sociologia em 2008 e seu BA em Ciência Política em 2005, ambos da Virginia Tech. Ela foi premiada com o 2016 Exemplary Diversity Scholar pelo Centro Nacional de Diversidade Institucional da Universidade de Michigan, e é a ganhadora do Prêmio de Excelência em Pesquisa para Alunos de Pós-Graduação em 2015-16, concedida pelo Departamento de Sociologia da Universidade Estadual do Colorado. Ela serviu como membro do conselho para os animais da Associação Americana de Sociologia e Sociedade (2013-2016) e membro do conselho consultivo da Rede Internacional de Estudos Sociais sobre Vegetarianismo e Veganismo com a Universidade de Viena. Ela contribui para a Human-Animal Studies Imagens  e blogs de Cinema para o Animals and Society Institute e tem sido publicado em vários periódicos acadêmicos revisados ​​por pares, incluindo o Disability & Society, o Journal of Gender Studies, o  Journal of Agriculture & Environmental EthicsFood, Culture & Society, e Society & Animals. Em julho de 2013, ela fundou a Vegan Feminist Network, um projeto acadêmico-ativista que envolve praxis de justiça social interseccional. Ela é autora de A Rational Approach to Animal Rights: Extensions in Abolitionist Theory (Uma Abordagem Racional aos Direitos dos Animais: Extensões na Teoria Abolicionista), de 2016.  

A Dra. Wrenn cresceu em uma comunidade de baixa renda e recursos extrativistas no Sul dos Apalaches, inspirando sua paixão pela justiça social e pela mudança social. Seu trabalho de graduação com a Virginia Tech reflete essa herança, investigando a desigualdade social e ambiental no sudoeste da Virgínia através da análise histórica comparativa de conteúdo. Mais recentemente, seu trabalho utiliza a teoria dos movimentos sociais para explorar as relações entre seres humanos e outros animais e os esforços de libertação animal. Sua pesquisa de dissertação com a Colorado State University explora o papel do facciosismo em movimentos sociais sob a sombra da profissionalização do movimento. Seu trabalho também prioriza teorias de interseccionalidade e opressão, muitas das quais são fortemente influenciadas pelas tradições feministas e pela psicologia social. Os trabalhos em andamento investigam estruturas de opressão que se manifestam nos espaços de justiça social. Dr. Wrenn também está comprometida em manter pontes entre instituições acadêmicas e as comunidades vulneráveis ​​e ativistas que se beneficiam da pesquisa sociológica crítica.

Dra. Wrenn tem estado ativamente envolvida em trabalhar para uma mudança social positiva muito antes de entrar em sua carreira acadêmica. Como estudante do ensino médio, ela serviu como membro da tripulação do Corpo de Conservação da Juventude do Serviço Florestal dos EUA nas Florestas Nacionais George Washington e Thomas Jefferson. Na faculdade, ela continuou essa gestão ambiental e comunitária como Supervisor de Tripulação do Programa de Conservação de Jovens do Departamento de Conservação e Recreação da Virgínia nos Parques Estaduais da Virgínia. Este programa atende jovens em situação de risco e adolescentes de origem vulnerável. Como estudante universitária, ela também estava fortemente envolvida no ativismo estudantil, atuando como presidente da organização de direitos ambientais e conscientização ambiental da Virginia Tech e fundando a organização estudantil de Direitos Animais na Universidade Estadual do Colorado. Ela também trabalhou como assistente social do Departamento de Serviços Sociais de Proteção à Criança da Virgínia e foi voluntária do Instituto de Língua Inglesa Virginia Tech e da Ação Total Contra a Pobreza no Vale de Roanoke. Atualmente ela continua a ser voluntária com uma série de organizações sem fins lucrativos de justiça social.


Traduzido do site oficial: http://www.coreyleewrenn.com/biography/


vegpedia / wikipedia / site / facebook / instagram / entrevista

Anúncios