David DeGrazia

David DeGrazia é um diplomado filósofo, especializado em ética teórica, ética biomédica, teoria da indentidade pessoal e direitos animais. DeGrazia publicou diversos trabalhos em ética – tanto teórica quanto aplicada – com grande parte de seu trabalho especificamente em bioética.

Bacharel com especialização em Filosofia, 1983, Universidade de Chicago (Phi Beta Kappa) teve como orientador de sua tese A.W.H. Adkins; Obteve M. Stud. (Pós-graduação) em Filosofia em 1987, pela Universidade de Oxford; especificamente em filosofia moral com James Griffin, Wittgenstein com David Pears. E obteve o título de Ph.D. em Filosofia, 1989, Universidade de Georgetown (4,0 GPA); exames abrangentes em ética teoria, bioética e epistemologia (todas passaram com distinção); teve como título de sua dissertação  Interests, Intuition, and Moral Status (Interesses, Intuição, e Status Moral), sendo supervisionado por Tom Beauchamp.

É professor do departamento de filosofia da George Washington University (Universidade George Washington) e pesquisador senior do departamento de bioética do National Institutes of Health (Institutos Nacionais de Saúde).

É associado da American Philosophical Association (Associação Filosófica Americana) e da American Society for Bioethics and Humanities (Sociedade Americana Por Bioética e Humanidades).

É autor ou co-autor de diversos livros, Debating Gun Control (Debatendo o Controle de Armas), de 2016, Creation Ethics: Reproduction, Genetics, and Quality of Life (Ética da Criação: Reprodução, Genética e Qualidade de Vida), de 2012, Social Ethics: Morality and Social Policy (Ética Social: Moralidade e Política Social), de 2012, Human Identity and Bioethics (Identidade Humana e Bioética), de 2005, Animal Rights: A Very Short Introduction (Direitos Animais: Uma Introdução Bem Pequena), Biomedical Ethics (Ética Biomédica), um manual publicado em várias edições desde 1996, Taking Animals Seriously: Mental Life and Moral Status (Levando Os Animais a Sério: Vida Mental e Status Moral), de 1996.

Seus artigos foram publicados em periódicos como EthicsPhilosophy and Public Affairs (Ética , Filosofia e Assuntos Públicos), The Hastings Center Report (Relatório do Centro Hastings) The Journal of Medicine and Philosophy (O Jornal de Medicina e Filosofia). Os atuais interesses de pesquisa da DeGrazia incluem teoria bioética, status moral e questões éticas associadas com pesquisa animal, tecnologias de repro-genética e aprimoramento. Em 2012, atuou como consultor sênior da equipe da Comissão Presidencial para o Estudo de Questões Bioéticas, e atualmente atua no conselho editorial do Journal of Applied Philosophy (Jornal de Filosofia Aplicada).

Seu livro Taking Animals Seriously: Mental Life and Moral Status (Levando Os Animais a Sério: Vida Mental e Status Moral), de 1996, busta transcer o debate entre os utilitaristas e os teóricos dos direitos, oferecendo uma abordagem metodológica com conclusões construtivas específicas sobre nosso tratamento dos animais. Nele o filósofo tenta oferecer uma discussão mais aprofundada sobre se uma consideração igual deve ser estendida aos interesses dos animais, e examina as questões das mentes animais e do bem-estar animal com uma combinação inigualável de rigor filosófico e documentação empírica.


Traduzido do site da do departamento de Bioética dos Institutos Nacionais de Saúde: https://bioethics.nih.gov/people/degrazia-bio.shtml e do site do departamento de Filosofia da Faculdade de Columbia de Artes e Ciências: https://philosophy.columbian.gwu.edu/david-degrazia


vegpedia / wikipedia / site / facebook / instagram / entrevista

Anúncios