Mercado vegano cresce sem precedentes no Brasil


Uma tendência que os investidores brasileiros vem notando ao longo dos últimos anos é o crescimento do veganismo. A procura por produtos mais éticos está movimentando o mercado em uma direção nova, que de acordo com empresários consultados pela Folha, cresce 40% ao ano.

Em uma entrevista do Estadão, Mônica Buava, gerente de campanhas da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), afirmou: “Uma opção vegana, quando é boa, atende bem a todos. Ter boas opções veganas no cardápio não é mais apenas uma questão de consciência e sustentabilidade, hoje é também uma questão de sobrevivência para o mercado de food service no médio e longo prazo”. A própria SVB também tem um programa para facilitar a presença de produtos veganos nos cardápios das organizações através de consultorias gratuitas, onde hoje já participam 170 lojas.

Apesar da não existência de estatísticas precisas no número de veganos no Brasil, O Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística (IBOBE) lançou em 2012 dados que relatam a existência de 16 milhões de vegetarianos (8% dos brasileiros) no nosso país. Existem estimativas, baseadas na proporção vegetarianos para veganos de outros países, que o Brasil tenha 5 milhões de veganos. As estatísticas virtuais, desde então, mostram um crescente aumento do interesse do internauta no tópico. O Google Trends, ferramenta que demonstra o volume de pesquisas sobre assuntos específicos ao longo do tempo, revela uma tendência clara de expansão, sendo o momento presente o maior ápice de pesquisas dos últimos 5 anos.

trends veganismo

O site Newsroom do Pinterest, através de seu Relatório Global Pinterest 100, também aponta na mesma direção de crescimento notável, mostrando um aumento de 417% do interesse do usuário em proteínas vegetais.

De acordo com o blog Comida de Verdade, a empresa do ramo alimentício “Superbom”, que tem seu foco no público vegano, também registra números bastante positivos, com aumento de 8% em seu crescimento entre 2016 e 2017, lançando uma média de 20 a 30 novas mercadorias por ano. Apesar das boas notícias para os veganos e interessados em aderir a uma alimentação sem produtos de origem animal, os “pets” de estimação também estão ganhando suas rações em versão “cruelty-free” (expressão para designar que o produto é livre de crueldade animal), feitas 100% de origem vegetal e sem testes em animais; uma das empresas por trás dessa ideia é a Vegpet, inovando mesmo com rações para gatos, que até hoje não existiam em sua versão vegana no Brasil.

Com a acessibilidade e o interesse do público cada vez maiores, o veganismo instaura bases cada vez mais sólidas no território brasileiro, provando que a compaixão pelos animais é uma ideia que veio para ficar.

Anúncios

4 comentários sobre “Mercado vegano cresce sem precedentes no Brasil

  1. Lendo sobre o crescimento do veganismo, pensei em fazer este contato para informar sobre um novo tempero vegetariano, o Cenovit, um extrato de levedura.
    Em resumo este tempero Cenovit, acrescenta um sabor diferenciado e pela ação do extrato de levedura, realça naturalmente todos os sabores da receita, gerando aquele efeito umami.
    Abs, Patrick.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s