Crescimento de 3,3 bilhões de dólares: vendas de alimentos à base de plantas disparam nos Estados Unidos


A Plant Based Food Association (Associação de Alimentos à Base de Plantas), acaba de relevar uma ótima notícia sobre o consumo de produtos à base de vegetais. Em pesquisa encomendada à Nielsen, empresa líder em pesquisa de vendas no varejo, houve um grande aumento na venda dos produtos da categoria. A expansão foi de 20%, o que é um valor hoje equivalente a mais de 12 bilhões de reais. Em relação a todos os alimentos em varejo o aumento foi de 2%.

O relatório divulgado nesta segunda-feira (30), diz:

Hoje, a Plant Based Food Association, uma associação comercial representando 114 das principais empresas de alimentos vegetais do país, divulgou novos dados mostrando vendas robustas na indústria de alimentos à base de vegetais com crescimento de vendas de 20% em relação ao ano passado com as vendas atingindo US$ 3,3 bilhões.

Michele Simon, diretora executiva da Plant Based Foods Association (PBFA), disse ainda:

A indústria de alimentos de origem vegetal deixou de ser um nicho de mercado relativo para se tornar mainstream […] As alternativas de carne e laticínios à base de vegetais não são mais apenas para vegetarianos ou veganos; Agora, até mesmo os principais consumidores estão desfrutando dessas opções deliciosas e inovadoras no mercado.”

De forma mais específica, os dados mostram que enquanto as vendas em dólar de leite de vacas caiu em 6%, a categoria de leites à base de plantas subiu 9%, experimentando assim um crescimento de até 50% em relação ao ano anterior. Carnes à base de plantas cresceram de 24%, comparado a 6% no ano anterior, e superou 670 milhões de dólares em vendas, o equivalente a de 2 bilhões e 500 mil em reais.

O crescimento de cremes e patês à base de plantas está sendo particularmente impressionante, com um aumento de 131%, o equivalente US$ 109 milhões em vendas, 409 milhões em reais. Queijos à base de plantas estão cresceram US$ 124 milhões de dólares, o que é 43% e no Brasil seria igual a 465 milhões de reais. Já os iogurtes à base de plantas estão crescendo a 55%, a US $ 162 milhões de dólares, em reais a quantia é de 608 milhões.

Michele Simon acrescentou:

“Os novos dados confirmam o que estamos ouvindo e vendo todos os dias de nossos membros: as vendas aumentaram, o investimento está aumentando e novos empregos estão sendo criados na indústria de alimentos à base de plantas. […] É importante que reguladores e legisladores tratem nosso setor de forma justa e o campo de ação para alimentos à base de plantas seja nivelado e justo nos níveis estadual e nacional”.

Caso este crescimento continue o mercado de produtos à base de plantas deve ser melhor regulamentado e talvez obtenha subsídios, assim como o mercado de exploração animal tem, assim o preço dos produtos poderá cair os tornando ainda mais acessíveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s